Criptomoedas: Mantendo-as em segurança (Trezor + Ledger)

bitcoin hodlHá uma coisa que você deve observar com mais atenção do que a evolução do preço da bitcoin e das suas moedas alternativas favoritas: a segurança das suas moedas. Tudo que é relacionado à internet está exposto ao risco de ser hackeado. Esse é um problema constante que as grandes e pequenas bolsas de criptomoedas têm que lidar regularmente.

Neste artigo, vamos explorar lugares onde você pode manter suas criptomoedas e as maneiras mais seguras de fazer isso.

Carteira online

A carteira online é a opção mais fácil e menos segura. Há um grande número de tipos de carteiras online; esse papel também é desempenhado por várias bolsas ou plataformas online, como a coinbase ou algumas outras bolsas.

No entanto, quando faz suas negociações, você coloca sua confiança em servidores de terceiros. Como você não tem nenhuma chave privada, tudo o que você pode fazer é confiar em terceiros para garantir a segurança de suas moedas. A questão não é se a bolsa ou a carteira online será hackeada, a questão é quando isso vai acontecer. Eu conheço alguns casos. Portanto, recomendo que você mantenha na sua carteira, pequenas quantidades de moedas, apenas aquilo que você precisa para transações instantâneas.

Carteira de software

A carteira de software é uma alternativa um pouco mais segura que pode ser instalada no seu computador. Você pode escolher uma versão completa de software, como a Bitcoin Core, que faz o download de toda a blockchain, ou seja, todas as transações. É preciso muito espaço e requer sincronização periódica, o que, novamente, exige muito do seu valioso tempo. Muito mais confortável e eficiente é a versão light como a Electrum, que não faz o download de toda a blockchain, mas apenas as transações relevantes para que a sincronização leve apenas alguns segundos ou minutos.

O importante é definir uma senha segura e fazer backup de sua carteira e sua chave privada em um local seguro, idealmente, imprimir uma cópia e criar a chamada carteira de papel. O uso de carteiras de software também não garante que suas moedas estejam totalmente seguras. Se o seu computador estiver infectado, com o keylogger (que registra atividades executadas através do teclado) por exemplo, um terceiro poderá encontrar uma maneira mais fácil de acessar sua senha.

carteira de criptomoedas

Carteira móvel

Uma outra opção é usar o seu aparelho, onde você pode baixar a carteira como um aplicativo. Uma chave privada é armazenada em um formato criptografado e, em caso de perda, você pode restaurar a carteira e/ou a chave privada em um dispositivo diferente. Isso pode ser feito graças ao SEED (12-24 palavras geradas aleatoriamente em inglês) que você deve anotar em um local seguro, idealmente em um pedaço de papel.

A vantagem das carteiras móveis é que é possível mantê-las com você o tempo todo e elas não precisam baixar a blockchain inteira com todas as transações feitas. Ao decidir sobre o tipo de aplicativo móvel, você deve primeiro saber quais criptomoedas você planeja negociar e qual sistema operacional você tem, iOS ou Android. A mesma carteira pode funcionar de maneira diferente em dois sistemas operacionais diferentes. Por exemplo, com Mycelium, usada em dispositivos Android, você vê os valores convertidos em sua moeda preferida, enquanto com o iOS, ele exibe o valor apenas em dólares e euros.

Três carteiras das quais você pode certamente escolher:

Mycelium é uma das maneiras mais simples e, portanto, mais populares de manter suas bitcoins seguras. Com um seed, você pode criar várias contas e importar sua carteira de uma carteira de papel. Ao enviar BTC, você pode escolher o tamanho (e também o tempo) da taxa de transação. Mycelium é compatível com várias bolsas e carteiras de hardware (veja abaixo) e suporta contas fiat baseadas em blockchain. Portanto, você pode conectar Mycelium com um cartão de crédito.

Ao contrário da Mycelium, a Coinomi permite o armazenamento de várias criptomoedas sob um único seed. A carteira converte todo o portfólio em USD em tempo real e, devido ao ShapeShift, você pode trocar várias moedas alternativas, umas pelas outras, na taxa de câmbio atual na interface do aplicativo. Você pode definir o tamanho da taxa de transação e é o detentor de uma chave privada. Outra vantagem desta carteira é o seu anonimato. As transações não são rastreadas e seu endereço de IP é criptografado. Uma desvantagem é que não é possível usá-la em um dispositivo iOS. No entanto, esta versão já está em andamento.

Copay é uma carteira para usuários mais exigentes. Ela possibilita a criação de várias carteiras com uma chave privada que você tem sob controle. Ele ainda suporta carteiras multisig (múltiplas assinaturas), que você pode compartilhar com até seis usuários. Graças a esse recurso, a Copay oferece a possibilidade de verificar a transação por outras pessoas, ou seja, oferece controle mútuo para aqueles que mantêm a criptomoeda como parte de uma empresa ou organização. Você pode acoplar o aplicativo com uma carteira de hardware, exibir valores em USD e escolher o tamanho da taxa de transação. Você também pode conectar a Copay à Coinbase para comprar ou vender bitcoins de forma rápida e segura.

Das dezenas de carteiras móveis disponíveis no mercado, cada uma tem alguns prós e contras. Ao escolher uma carteira, teste vários tipos. Tenho certeza que você encontrará uma que atenda às suas expectativas. Muitas carteiras de bitcoin têm versões leves para Litecoin, Ethereum, etc. Por isso, se você tiver várias moedas, provavelmente precisará de mais de um aplicativo. Não se esqueça de que as carteiras podem ser usadas para quantidades menores de uso imediato. Armazenar grandes quantias de moedas é um trabalho para outro dispositivo.

Carteira de hardware

A maneira mais segura de evitar hacking é manter sua chave privada offline. A carteira de hardware é um dispositivo que ajuda sua chave privada a ser mantida com segurança para vários tipos de criptomoedas (veja abaixo). Com um pequeno dispositivo semelhante a um pen drive, a confirmação real, através da sua chave privada, será feita fora do PC, protegendo você contra malwares, como um keylogger. Abaixo você pode ver algumas carteiras de hardware:

Trezor

trezorLançada em outubro de 2014, este produto ostenta o título de “primeira carteira de hardware”. É um produto tcheco desenvolvido por dois homens por trás do Martin “Slush” Palatinus e do Satoshi Labs. Trazendo uma mudança revolucionária para o mundo das criptomoedas, em novembro do ano passado eles introduziram sua segunda versão sob a marca Trezor T, disponível no mercado desde janeiro de 2018.

Quando conectada ao seu PC, Trezor fará o download do Trezor Bridge para ser usado na comunicação com a carteira online MyTrezor. Como nas carteiras tradicionais, ela é usada para enviar e receber criptomoedas. Faça o login na Trezor através do seu PIN exibido na tela do Trezor em uma tabela 3×3. Usando um “teclado cego”, passe o mouse sobre a tabela e preencha-a. Esse método representa excelente proteção contra hackers que são impedidos de seguir seus passos através do seu teclado.

Trezor suporta o Windows 7-10, OS 10.13 + e Linux. Usando seed, você criará o backup (você pode escolher mais palavras em inglês do que 12 palavras padrão). Essas palavras permitem que você restaure sua chave privada em um novo Trezor em caso de perda, roubo ou destruição do antigo. Além disso, você pode fortalecer sua proteção adicionando criptografia por senha, uma senha sem a qual o seed não funcionaria.

Trezor suporta as seguintes criptomoedas (em Janeiro de 2018): Bitcoin, Litecoin , DASH, Zcash, Bitcoin Cash / Bcash (BCH), Bitcoin Gold (BTG), Ethereum (ETH), Ethereum Classic (ETC), ERC-20 Tokens, Expanse (EXP), UBIQ (UBQ), NEM (XEM), Namecoin e Dogecoin.

Compre Trezor Agora!

Ledger Nano S

Vindo da França, o Leger Nano S é, entre todas as carteiras de hardware, a principal concorrente da Trezor. Ela é parecida com um pen drive tradicional. Ledger foi a primeira carteira de hardware a suportar Ethereum. Nano S é a terceira versão, lançada em 2016, com uma tela incorporada que permite usá-la, como a Trezor, em um computador infectado com o keylogger.

Ledger suporta Windows 7-10, OS 10.13 + e Linux. As transações são verificadas por meio da carteira do aplicativo Ledger. Ao trabalhar pela primeira vez com a Ledger, você deve criar e inserir um PIN de quatro a oito caracteres. Para protegê-lo contra ameaças externas, após três entradas incorretas, Ledger excluirá todo o conteúdo, que pode ser restaurado em outro dispositivo usando uma frase de recuperação.

Você pode fazer um backup da Ledger usando 24 palavras em inglês (que você deve anotar depois do primeiro login). A Ledger é entregue em um pacote protegido com um lacre. Portanto, se você descobrir que o lacre foi danificado, é melhor enviá-la de volta; é a indicação de alguém que adulterou o dispositivo.

Ledger suporta os seguintes tipos de criptomoedas alternativas (em Janeiro de 2018): Bitcoin (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Bitcoin Gold (BTG), Ethereum (ETH), Ethereum Classic (ETC), Litecoin (LTC), Dogecoin (DOGE), Zcash (ZEC), Ripple (XRP), Dash (DASH), Stratis (STRAT), Komodo (KMD), Ark (ARK), Expanse (EXP), Ubiq (UBQ), Vertcoin (VTC), Viacoin (VIA), Neo (NEO), Stealthcoin (XST), Stellar (XLM), Hcash (HSR), Digibyte (DGB), Qtum (QTUM) e PivX (PIVX).

Compre Ledger Agora!

Duelo: Trezor vs. Ledger?!

Comparada com a Trezor, a Ledger tem uma desvantagem em não suportar a criptografia de frase secreta. Por outro lado, é mais barata por cerca de R$ 80 (dependendo da loja). Quanto às dimensões, é mais compacta, mas também é mais fácil de usar, com uma carteira virtual mais elaborada. Além disso, a capacidade de armazenamento é maior.

Resumindo:

Como dito anteriormente, lidar com criptomoedas sempre é um risco. Segurança em primeiro lugar é a regra que você deve ter em mente a todos os momentos. Se você decidir depositar sua confiança em terceiros, deve repetir que a questão não é se uma bolsa ou carteira online será hackeada, a questão é quando isso acontecerá. A mesma regra (manter pequenas quantias de moedas necessárias para transações instantâneas) em bolsas ou plataformas online se aplica a carteiras de hardware.

Se você decidir armazenar um grande número de moedas, compre uma carteira de hardware. Não importa qual marca você escolha – Trezor, Ledger ou qualquer outro tipo de armazenamento, como KeepKey ou Bitlox – tire suas criptomoedas do alcance de hackers.

Autor

J. Pro

Mais sobre J. Pro

Ao contrário do Stephen (o outro autor), ultimamente eu tenho pensado principalmente nos negócios online. Eu não tinha muito sucesso com dropshipping na Amazon e outras formas de ganhar dinheiro online, e só ganhava algumas centenas de dólares por ano. Mas então, as opções binárias chamaram minha atenção pela sua simplicidade. Agora fico feliz com isso, porque realmente vale a pena. Mais postagens

Navegação por comentários

Aviso Geral de Risco:
Os produtos financeiros oferecidos pelas empresas mencionadas apresentam um alto nível de risco e podem resultar na perda de todos os seus fundos. Você nunca deve investir dinheiro que você não pode perder.
Copyright © 2018. Todos os Direitos Reservados. Opções Binárias